2022 World Final

17-21 October, Tenerife (Spain)

É já no próximo Sábado, dia 19 de fevereiro, que arranca a 23.ª edição portuguesa do World Corporate Golf Challenge, o Campeonato do Mundo de Empresas de golfe, que, a nível internacional, entra em 2022 na sua 29ª edição.

Esta época a Golf Concept assume a organização exclusiva do evento em Portugal durante todo o ano de 2022, realizando cinco torneios, mantendo a tradição do circuito de só passar por campos de elite.

Com efeito, tudo arranca no campo desenhado pelo saudoso Christy O’Connor Jnr. no Amendoeira Golf Resort, em Silves. A sede do World Kids Golf, que em 2021 recebeu etapas do Circuito da Federação Portuguesa de Golfe e do PGA Portugal Tour, será agora palco do torneio de abertura deste World Corporate Golf Challenge Portugal de 2022.

Começar o circuito de 2022 num campo desenhado por um antigo duplo campeão do Senior British Open é um luxo, mas se falarmos de percursos arquitetados por jogadores conceituados, a lista não fica por aqui.

É que este ano a Final Nacional será jogada a 16 de julho no Royal Óbidos Spa & Golf Resort,uma criação genial do não menos sublime Severiano Ballesteros, talvez o melhor golfista europeu de todos os tempos. Royal Óbidos acolhe desde 2020 o Open de Portugal do Challenge Tour.

E no dia 4 de junho o circuito visita o desafiante Axis Ponte de Lima, uma conceção dos famosos irmãos Silva, sendo Daniel Silva um dos três raros jogadores portugueses a terem conquistado títulos do European Tour.

Pelo meio, há ainda etapas qualificativas a 30 de abril no Clube de Golf do Santo da Serra, o deslumbrante palco do Madeira Islands Open do European Tour entre 1993 e 2015 (à exceção dos anos de 2009, 2010 e 2011); enquanto a 21 de maio o percurso escolhido é o do Quinta do Peru Golf & Country Club, a casa de Pedro Figueiredo, um dos melhores jogadores portugueses de sempre e um campo que recebeu o Campeonato Nacional da PGA de Portugal em 2012 e alguns torneios do Challenge Tour.

As etapas de qualificação para a Final Nacional são disputadas por equipas de dois jogadores (obrigatoriamente maiores de 18 anos), em representação de uma empresa. O sistema de jogo será 18 buracos de stableford com 3/4 de handicap de campo.  Já na Final Nacional serão 18 buracos de fourball/better ball stableford com 3/4 de handicap de campo.

Em cada torneio de qualificação são apuradas diretamente as duas primeiras classificadas net, a primeira classificada gross, as duas equipas seguintes com melhor classificação net (3.ª e 4.ª) e as três equipas seguintes com a melhor classificação gross(2.ª, 3.ª e 4.ª), mas, atenção, prevalece sempre a classificação net sobre a gross sem acumulação. No total deverá haver 8 equipas apuradas.

Mas este ano há uma novidade no regulamento, como explica Ana Massapina, uma das fundadoras da Golf Concept, a par de Estela Sargento: «As quatro equipas não apuradas diretamente e com mais pontos após as etapas de qualificação têm acesso à Final Nacional. Uma das novidades para 2022 é a introdução do Ranking WCGC Portugal, uma outra forma de apuramento para a Final Nacional».

A equipa que na Final Nacional obtiver a maior pontuação net representará Portugal na Final Mundial, a ser realizada de 17 a 21 de outubro, em Tenerife. Após sete anos com a Final Mundial a realizar-se em Cascais, será agora a vez de Espanha assumir o papel de país anfitrião e a grande cimeira já está a ser promovida com a campanha de “Road to Tenerife”.

O aparecimento da Golf Concept na liderança do World Corporate Golf Challenge é natural e, no fundo, uma continuidade. Afinal, as suas fundadoras já trabalhavam na Final Mundial desde 2015 e desde 2020 que eram parceiras da licença portuguesa detida pela Golftattoo.

«Gostaria de dar as boas-vindas à Golf Concept como empresa licenciada do World Corporate Golf Challenge em Portugal para os próximos três anos. É um grande prazer poder contar com a vasta experiência da Ana Massapina e da Estela Sargento, que tenho o privilégio de conhecer há muitos anos, e que colaboram também na organização da Final Mundial, para fazer crescer o circuito WCGC. Os meus votos são de boa sorte e estou seguro de que, ano após ano, o sucesso só poderá ser ainda maior», disse José Guerra, o presidente do World Corporate Golf Challenge a nível mundial.

«Iremos continuar o excelente trabalho que tem sido feito nos últimos anos, mas queremos captar mais marcas premium e inovar com ações digitais, para que o WCGC se torne, também, num evento sustentável e inovador», prometeu Ana Massapina.

O World Corporate Golf Challenge nasceu em 1993 e o seu crescimento tem sido exponencial. Já ultrapassou a adesão de 50 países e mais de um milhão de golfistas (empresários) participaram na prova.

O casamento perfeito entre os mundos do golfe e dos negócios tem no WCGC o seu expoente máximo, como pode ver-se por, ao longo dos anos, ter merecido a cobertura mediática de 60 canais de TV, 26 jornais e 24 revistas.

Em 2022 a lista de patrocinadores é a seguinte: Audi, Costa Verde, Andros, Bee Engineering, Belmar, Bonne Maman, Distintus, Global International Relocation, Impetus, Paradise Escape, Adega do Redondo – Porta da Ravessa, AFirma, Banana da Madeira, BDR, Castelbel, Delifrance, Fitness Nestlé, Neighbours Premium Gin, Nicola, Super Bock, Philips, Uriage, Turkish Airlines, Uspot, Santos e Vale, Câmara Municipal de Óbidos e Federação Portuguesa de Golfe.

A lista de parceiros media é a seguinte: Grupo Global Media (Diário de Notícias, O Jogo, Radio TSF, Jornal de Notícias, Diário de Notícias Madeira, Men’s Health), Golftattoo, Golf Magazine, Golf Report (SIC Notícias), Grupo Multipublicações (Revista Executive Digest, Revista Marketeer).

Há ainda a destacar haver um parceiro solidário em 2022, a Fundação Portuguesa de Cardiologia, mediante um protocolo que reverte parte do valor de cada inscrição para a Fundação. O valor total angariado será atribuído durante a Final Nacional.

Hugo Ribeiro / WCGC Portugal 2022Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico – convertido pelo Lince.

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Email